Orquite: Aprenda a lidar com a inflamação dos testículos

Dor nos testículos e sangue no esperma são alguns dos sintomas.

Muitos homens relatam que não existe dor pior que a de uma pancada nos testículos, mas, às vezes, uma sensação igualmente desagradável pode durar vários dias. É um dos sintomas da orquite, uma inflamação aguda ou crônica que deve ser tratada para não causar consequências graves para a saúde masculina.

Confira a seguir as possíveis causas para o problema. Conheça outros sintomas e saiba como se prevenir.

É importante relatar todos os sintomas para o médico fazer o diagnóstico. Foto: iStock, Getty Images

Causas e sintomas da orquite

A orquite é uma doença masculina que pode ocorrer pela sucessão de traumas na região dos testículos. Outras causas relacionadas são o contato com substâncias químicas, doenças sexualmente transmissíveis ou a presença de micro-organismos como bactérias, vírus, parasitas, fungos e espiroquetas.

Homens que já tiveram caxumba também podem apresentar essa doença íntima. Estima-se que aproximadamente um em cada cinco pacientes do sexo masculino que já passaram pela infecção nas glândulas salivares irão desenvolver a inflamação nos testículos. Nesses casos relacionados, o quadro pode ser grave, causando esterilidade e impotência.

Os sintomas apresentados durante o desenvolvimento da doença envolvem sensações bastante desagradáveis e que não costumam passar despercebidas. Entre eles, estão:

  • Testículos com o tamanho aumentado
  • Dor que irradia dos testículos para o abdômen
  • Sensibilidade na região
  • Vermelhidão e sensação de peso no escroto
  • Manchas de sangue durante a ejaculação
  • Urina com sangue
  • Excesso de suor nos testículos
  • Aumento da temperatura corporal
  • Sensação de mal-estar.

O diagnóstico da orquite é inicialmente dado por exames clínicos e por uma conversa franca com o médico. É muito importante não ter vergonha de expor os sintomas. O profissional ainda pode optar por exames de urina para identificar se há infecções. A ecografia escrotal é indicada em alguns casos.

Tratamento e prevenção da orquite

Podem ser recomendados antibióticos e medicamentos para aliviar as dores. Medidas como repouso e a aplicação de compressas geladas contribuem efetivamente para a evolução positiva do quadro. Em casos mais graves, a orquiectomia, como é chamada a remoção dos testículos, pode ser solução.

Se não tratada, a doença pode levar à infertilidade e à atrofia dos testículos. Ainda, há o risco de aparecerem abcessos na região.

Para evitar essa e outras doenças, é importante ficar de olho em alguns cuidados no dia a dia. Usar cueca ou sunga no cotidiano, não permanecer com roupas molhadas por muito tempo e não praticar atividades aeróbicas quando a imunidade do corpo estiver baixa são algumas indicações. Durante as relações sexuais, o uso da camisinha é fundamental.

Por fim, vale a recomendação de manter contato periódico com o médico. Em caso de qualquer alteração na região íntima, um profissional deve ser consultado.

Tirou suas dúvidas sobre a orquite? Então aproveite e compartilhe o artigo com seus amigos! Se você ainda tem perguntas sobre o tema, não se esqueça de deixar um comentário abaixo. E aproveite ainda para conferir as novidades de saúde e bem-estar do Shop Tão Bão.

About the author

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *