suor-excessivo

Suor excessivo: Como os homens podem enfrentar o problema

Suor excessivo: Como os homens podem enfrentar o problema

Motivado por causas emocionais, hereditárias ou doenças, suor excessivo pode ser combatido.

É normal que, em dias quentes, as pessoas suem em grande quantidade, mas há quem precise travar uma batalha diária contra o suor – e não apenas no verão. O suor excessivo em determinadas regiões do corpo costuma ser motivo de constrangimento para quem sofre com o problema. O odor forte exalado pelo suor e as marcas que ficam nas roupas não são nada agradáveis.

O que causa o suor excessivo

suor excessivo, quando se dá em regiões específicas do corpo e por um longo tempo, pode ser sinal de hiperidrose, uma doença em que as glândulas sudoríparas produzem mais suor do que deveriam. Mãos, pés, axilas e costas são geralmente as regiões mais afetadas, já que é nelas que se localizam as glândulas.

suor-excessivo
Foque na prevenção para evitar o constrangimento causado pelo suor. Foto: Shutterstock

Foque na prevenção para evitar o constrangimento causado pelo suor. Foto: Shutterstock

O suor é essencial para o corpo humano. Graças a ele, conseguimos manter a temperatura corporal estável e suportável, e os órgãos funcionando perfeitamente. Mas, quando ocorre em excesso, pode complicar a vida das pessoas. Suor excessivo nas mãos dificulta qualquer atividade manual. Quando ocorre nos pés, complica o uso de determinados calçados.

Existem algumas causas para o problema, que se dividem em 3 motivos gerais: emocionais, hereditários ou doenças. Nos casos emocionais, as pessoas costumam apresentar os primeiros sinais de hiperidrose durante alguma situação de tensão e estresse extremo. Mas o suor excessivo não diminui com o passar do tempo e acaba caracterizando um problema mais sério.

Nos casos hereditários, o problema é a genética. Quando pais, tios ou avós possuem hiperidrose, é muito provável que a pessoa também desenvolva a complicação. O excesso de suor pode se manifestar sozinho ou motivado por alguma situação específica, como locais com temperatura muito elevada ou doenças que tenham causado algum estado febril prolongado.

E há aqueles que não possuem histórico e que começam a suar demais por conta própria, ou seja, as glândulas se desregulam e começa o processo de hiperidrose.

veja também: Conheça 10 segredos da depilação masculina com bons resultados

Soluções para combater o suor excessivo

Os problemas com suor excessivo podem ser resolvidos com cirurgias de retirada de algumas glândulas ou com a aplicação de toxina botulínica, que impede a produção de suor pelas glândulas tratadas. Mas o homem também conta é no dia a dia com alguns produtos que diminuem os efeitos do suor. Conheça os principais:

Antitranspirantes

Esse tipo de produto possui compostos químicos que inibem a transpiração. São vendidos, geralmente, para as axilas, mas podem ser utilizados nos pés e outras regiões. Eles impedem a sudorese na região de aplicação e ainda diminuem o odor.

Desodorantes

Têm como função reduzir o mau cheiro na região de aplicação. Podem ser encontrados em diferentes opções, desde os corporais até os específicos para cada região. As fragrâncias exaladas impedem que o odor forte do suor se pronuncie.

Antibacterianos

Os desodorantes ou antitranspirantes bacterianos não mascaram o odor. Eles agem diretamente na fonte do problema. Seus compostos químicos matam as bactérias contidas no suor, responsáveis pelo mau cheiro.

Invisíveis

O problema de muitos desodorantes são as manchas que eles deixam nas roupas. A opção pelos invisíveis é feita especificamente para que as roupas brancas não adquiram a cor amarelada e as roupas pretas não fiquem esbranquiçadas.

Gostou das dicas de beleza, deixe um comentário.

About the author

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *